Header Ads

Após polêmica Kannário assume que 'cigarrinho de indio' era maconha e pede descriminalização da droga


O cantor e deputado federal Igor Kannário publicou stories em seu perfil no Instagram, nesta terça-feira (4), comentando a repercussão do vídeo em que ele aparece fumando um cigarro 'suspeito' ao comemorar a marca de 100 mil visualizações na nova música de trabalho. 

 

Após polêmica, o parlamentar assumiu que estava fumando maconha e pediu a descriminalização da cannabis na legenda do vídeo. "Enquanto vocês falam da minha vida, estou aqui na minha casa, pagando as minhas contas, fumando meu cigarro. Há mais de 15 anos que eu fumo meu cigarro. Eu vou fumar mesmo e fale vocês quem quiser", disse o artista. 


Em março deste ano, Kannário enviou um projeto de lei para a Câmara dos Deputados solicitando a descriminalização da conduta do usuário de maconha no Brasil.

 

“Embora defenda que a legalização da maconha se trate de pauta importante, acredito que atualmente seria possível e bem menos polêmico que se garantisse a descriminalização da conduta prevista no artigo 28 da Lei de Drogas em relação à maconha. Dessa forma, adquirir, guardar, ter em depósito, transportar ou trazer consigo, para consumo pessoal maconha não seriam mais assunto de polícia, mas configurariam tema exclusivamente de saúde pública”, defendeu o deputado federal.

Nenhum comentário