Header Ads

Bruno Magnata é flagrado novamente em aglomeração


O cantor Bruno Magnata, cantor da banda La Fúria, foi flagrado mais uma vez se apresentando em uma festa clandestina e em meio à uma aglomeração, com total desrespeito aos protocolos de saúde por causa da pandemia de coronavírus.

Dessa vez, vídeos que circulam nas redes sociais, mostram Magnata cantando no palco do 071 Boteco, na Praça da Revolução, em Periperi, no Subúrbio Ferroviário de Salvador. A festa não foi um show comum, mas privada para comemoração de um aniversário. 


No final do mês passado, Bruno Magnata participou de uma festa no bairro de São Cristóvão, em Salvador, quando vídeos também circularam nas redes sociais, alguns deles compartilhados pelo próprio cantor.

Após repercussão negativa, ele utilizou as redes sociais para pedir desculpas e justificou que precisava do dinheiro para pagar as contas. "Confesso que às vezes é desesperador, sabia? Você não tem noção do que é ficar quase 2 anos sem trabalhar", declarou na época.

Dias depois do ocorrido, em que pediu desculpas, Bruno mostrou em seu perfil oficial do Instagram, um ônibus lotado e comparou com a aglomeração do show. "Isso aí pode, né, produção? Olha como está esse 'buzu'! É um por cima do outro. Esse é um dos que eu vi aqui, agora, na Paralela. Todo mundo precisa trabalhar, né? Mas a gente também precisa. Não adianta impedir bar, show, cinema, shopping, fechar tudo e o 'buzu' lotado. Não vai adiantar nada", protestou.

O espaço que realizou o evento divulgou em suas redes sociais uma nota informando que no domingo (6) estaria fechado para manutenção. 


No entanto, na manhã desta segunda (7), o Jornal da Manhã, da TV Bahia, informou que o evento era a comemoração de um aniversário.

 

A casa de shows ainda divulga em suas redes sociais um novo show para esta segunda, a partir das 17h. "A melhor segunda da cidade", informa o perfil do boteco com apresentação Noelson do Cavaco. 



De acordo com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur), o Bar 071, na Praça da Revolução, onde foi registrada a festa com Magnata, foi interditado.

O evento realizado na noite do último domingo (6), vai contra as medidas restritivas do estado e da capital baiana.

Nenhum comentário